Notícias

12/01/2019 08:25:56

Moradores de São Gabriel enfrentam pior cheia dos últimos 50 anos, diz prefeitura

Moradores de São Gabriel enfrentam pior cheia dos últimos 50 anos, diz prefeitura

O mau tempo que atingiu o Rio Grande do Sul na última quarta-feira (9) já provocou estragos em pelo menos 10 cidades, segundo a Defesa Civil do estado. Os municípios mais afetados são Alegrete, Uruguaiana, Bagé e São Gabriel, mas também há danos em Dom Pedrito, Jaguari, Pedro Osório, Quaraí, São Borja e São Francisco de Assis. No total,segundo o governo, há 1.208 desalojados e 399 desabrigados.

Em São Gabriel, na Região da Campanha, o nível do rio Vacacaí já está oito metros acima do normal. De acordo com a prefeitura, trata-se da pior cheia dos últimos 50 anos

Conforme o governo do estado, os 60 mil moradores do município estão sem água, e 600 pessoas estão desalojadas. A cidade decretou situação de emergência na manhã desta sexta-feira (11).

Vários pontos da cidade ficaram alagados, como a avenida Presidente Vargas, que teve um trecho coberto pela água, impedindo a passagem até o bairro Bom Fim. Muitos moradores chegaram a sair de casa com a água pela cintura.

"Vamos torcer para que o tempo normalize e tudo volte ao normal. É difícil as pessoas conquistarem alguma coisa e perder por causa da água é muito triste", lamenta o trabalhador rural Vilmar Soares.

No bairro Passo da Lagoa, as famílias contaram com a ajuda de reboques e barcos para salvar alguns móveis. "Está dando na cintura já. Alguns salvei, outros não teve como", diz o coletor de dados Edmar Palma.

As famílias estão sendo encaminhadas para abrigos e casa de parentes. Os bombeiros estão ajudando as pessoas que ficaram ilhadas.

"Estou com 70 anos e ainda não tinha visto isso aqui. É muito ruim de ver, né? As pessoas passando trabalho", conta o aposentado Noé Schimidt Fagundes.
A prefeitura está recolhendo doações de alimentos e colchões para destinar aos atingidos. As doações podem ser feitas através da Secretaria Municipal de Assistência Social. O contato é: (55) 9 9688-5026.

O município mais atingido da Fronteira Oeste do estado é Alegrete. A cidade continua em alerta para o nível do rio Ibirapuitã, que subiu mais desde a quinta-feira (10) e já está 13 metros acima do nível normal. O prefeito Márcio Amaral também decretou situação de emergência, ainda na quarta-feira.

O número de moradores fora de casa também aumentou. De acordo com o governo do estado, 185 famílias (aproximadamente 740 pessoas) estão desalojadas, e 137 (cerca de 550 pessoas) estão desabrigadas.

A Defesa Civil já enviou 25 barracas, que estão sob a responsabilidade da prefeitura, para a montagem de um acampamento de emergência. Cada barraca aloja uma família de até seis pessoas.

A principal ponte de Alegrete foi interditada. Os motoristas precisam fazer um desvio pelo trecho urbano da BR-290. Em quatro dias, choveu 464 milímetros na cidade, enquanto a média esperada para o mês é de 114 milímetros. Uma morte chegou a ser registrada no município após a queda de uma árvore sobre uma casa.

Em Uruguaiana, também na Fronteira Oeste, a chuva parou, e o sol voltou a aparecer nesta sexta pela manhã. Antes disso, no entanto, o Instituto Penal da cidade ficou sem teto e completamente vazio. A direção do Instituto teve que retirar os 200 presos do regime semi-aberto e aberto.

A grande maioria, 166, foi liberada para cumprir prisão domiciliar. Os outros 34 detentos foram transferidos para a penitenciária modulada. A Secretaria Municipal de Segurança de Uruguaiana diz que vai pedir providências ao governo do estado sobre a liberação desses presos.

O trabalho de remoção de árvores e distribuição de lonas continua na cidade. Chegou a chover em Uruguaiana quase o dobro do volume previsto para janeiro, conforme o governo do estado. Assim como em Alegrete, o prefeito do município também decretou situação de emergência há dois dias.

Ainda de acordo com o governo do estado, embora não haja previsão de chuva para as próximas horas, o Rio Uruguai deve voltar a subir na semana que vem por conta do deslocamento da onda de cheia na bacia do Ibicuí.

Conforme boletim divulgado pela Defesa Civil às 17h desta sexta-feira (11), em todo o estado, são 11 cidades atingidas pelo temporal da última quarta-feira. Os municípios relatam prejuízos como quedas de árvores, casas destelhadas e famílias fora de casa.

Pelo menos 1477 pessoas (350 famílias) estão desalojadas e 604 pessoas (144 famílias) estão desabrigadas. Uma pessoa morreu em Alegrete.

Cidades atingidas:

Alegrete: uma pessoa morreu, 508 pessoas ficaram desalojadas (casas de parentes) e 345, desabrigadas (abrigadas em um ginásio e em um parque de exposição). Residências ficaram alagadas e árvores caíram na sobre a ERS-377. Houve enxurrada no rio Ibirapuitã.
Bagé: três pessoas ficaram desalojadas. Houve registro de alagamentos, além de quedas de árvores e postes. Casas ficaram destelhadas.
Dom Pedrito: 29 pessoas ficaram desabrigadas e outras 42 desalojadas.
Jaguari: 16 pessoas foram retiradas de suas residências em uma área de inundação do Rio Jaguari.
Pedro Osório: turistas foram retirados do camping municipal. Rio Piratini está 5,60 cm acima do nível considerado normal. Ponte Orquestra, que faz divisa com Piratini, está interrompida.
Quaraí: 25 pessoas estão desabrigadas, e 67, desalojadas.
Rosário do Sul: 21 pessoas estão desalojadas por conta da cheia do Rio Santa Maria.
São Borja: estradas ficaram bloqueadas, e residências alagaram.
São Gabriel: cheia do rio Vacacaí deixa 600 pessoas desalojadas.
São Francisco de Assis: residências alagaram e estradas ficaram bloqueadas.
Uruguaiana: residências ficaram destelhadas, houve queda de postes e rodovias ficaram bloqueadas.

G1 RS



Voltar

Entrevistas

  • Rede Gaúcha Sat - Coordenador da Força-tarefa da Lava Jato no RJ fala sobre a prisão do ex-presidente Michel Temer
    • Rede Gaúcha Sat - Coordenador da Força-tarefa da Lava Jato no RJ fala sobre a prisão do ex-presidente Michel Temer

    • 22/03/2019 16:16:29
  • Indicadores Agropecuários - 22/03/19
    • Indicadores Agropecuários - 22/03/19

    • 22/03/2019 16:15:11
  • Previsão do Tempo - 22/03/19
    • Previsão do Tempo - 22/03/19

    • 22/03/2019 16:13:14

Últimos recados

    • 27.12.2018
    • Marizane Rodrigues
    Quero desde já desejar um Feliz 2019 aos meus conterrâneos desta terra amada!Que Deus nos abençoe,dê força e coragem para enfrentarmos as batalhas que estão por vir,e que tenhamos mais amor e paciência uns com os outros!Um beijo muito especial com todo meu carinho à minha mãe Iolanda e minha irmã querida,a Maura do Bairro Elizabeth!
    • 22.12.2018
    • ilza jussara demiranda
    bom dia,oferecer musica banda calmon p minha irma Iara de Miranda q veio passear la do mato grosso passar as festas, tbm p elenir maidana erick, seu nicanor( sao domingos) todos meus familiares, Boas festas a todos, saude e harmonia. ,
    • 12.12.2018
    • Luiz Fernando Messias
    A radio mais ouvida em Palmas - Tocantins
    • 29.11.2018
    • Marlon
    Rádio Tupã sempre trazendo as mais importantes informações.
    • 08.10.2018
    • MARIZANE RODRIGUES
    Muito bom poder ouvir a rádio Tupa e matar a saudade da minha terra natal!
    • 27.09.2018
    • Candida Marilda Amaral da Silveira
    Bom dia Miguel, estamos aqui no Escritório Gastaldo Contabilidade trabalhando e curtindo a radio tupã, que sempre nos traz musicas maravilhosas e nos atualizando nas noticias locais e da região!

Categorias